15 49.0138 8.38624 1 0 4000 1 https://thatununes.com.br 300 0
theme-sticky-logo-alt
theme-logo-alt

Movimento #VerificaPcD, capacitismo. acessibilidade etc • Thatu do Bem #4

Está no ar o episódio 4 do podcast Thatu do Bem e, como convidada, temos Marina Batista, dona do @RodandoPelaVida, falando sobre o Movimento #VerificaPcD

No quarto episódio do podcast Thatu do Bem, o assunto é sério e importante: o reconhecimento da representatividade de pessoas com deficiência e o capacitismo.

Para começar, vamos explicar algumas coisas essenciais.

1. O correto é Pessoas com Deficiência (PCD)

Não é deficiente, portador de deficiência, portador de necessidades especiais, pessoa especial. É pessoas com deficiência.

Conforme Marina Batista explica no podcast Thatu do Bem, pessoas com deficiência não portam a deficiência. Portar é estar de posse de algo que você possa tirar, deixar em casa, usar quando quer/precisa.

Também não são pessoas com necessidades especiais. Pessoas com deficiência possuem, em muitos casos, necessidades específicas, mas sobretudo necessitam de acessibilidade.

Por último, não são pessoas especiais. Elas são pessoas como nós, que tem suas necessidades e problemas e encontram seus meios e soluções.

2. O que é capacitismo?

Capacitismo é a discriminação e o preconceito social contra pessoas com deficiência, que geralmente se manifesta em forma de cuidado, proteção ou de admiração pela pessoa fazer coisas simples, absolutamente comuns, mas que são vistas como extraordinárias por terem sido feitas por pessoas com deficiência.

3. O que é representatividade?

É uma representação político-social de um determinado grupo através de pessoas que façam parte daquele grupo e que possuam autoridade, reconhecimento e competência comunicativa para falar por, pelo e para o grupo, ou intersecções de gurpos.

4. Acessibilidade

É a condição de proporcionar autonomia de utilização e acesso de locais, oportunidades, situações, espaços, mobiliários, edificações, transportes, informação e comunicação, sistemas, tecnologias, serviços, instalações, eventos etc, por pessoas com deficiência que possuam necessidades específicas.

Quem é Marina Batista?

Marina Batista é designer, cadeirante, portadora de AME 2, responde pelo @RodandoPelaVida e tornou-se referência nas questões de pessoas com deficiência, especialmente no Twitter.

Marina já vinha ganhando expressão, mas se destacou na mídia com a polêmica sobre a importância dos canudos de plástico para pessoas com determinadas deficiências, quando houve a proibição de canudos plásticos em São Paulo.

Desde 2009, ela vem falando de questões como acessibilidade, capacitismo através da infantilização e invisibilidade das pessoas com deficiência e vem trazendo um olhar mais profundo sobre as questões em torno dessas pessoas.

Vale a pena ouvir o episódio?

Vale! Aliás, é um episódio necessário e essencial!

Creio que não só valha a pena ouvir, como também compartilhar, conversar sobre isso com amigos, com a família e ir abrindo espaço para mais pessoas sobre deficiência falarem por si, criando meios deles acessarem espaços que você frequenta.

O papo foi bem tranquilo, sem o peso da seriedade, mas foi sério.

Vale reservar seu tempo. Você não sairá dele a mesma pessoa que quando entrou.

O episódio: Movimento #VerificaPcD, capacitismo etc

É um episódio bom para ouvir com atenção, enquanto você faz algo que não exija sua atenção além do normal, como enquanto lava a louça, lava o quintal ou mesmo se dedica a ouvir, apenas.

O papo flui naturalmente, afinal somos duas amigas de longa data, mas ele também é fundamentado, cheio de informações importantes que te farão repensar muitas coisas.

Ou no Spotify:

PREVIOUS POST
4 aleatoriedades e 20 outras coisas com Nhock • Thatu do Bem #3
NEXT POST
É possível dar conta de trabalhar e estudar na adolescência? • Thatu do Bem #5

2 Comments

LEAVE A REPLY

SOCIAL

Instagram @ThatuNunes